Como está a qualidade do seu sono?

26/10/2020



A dificuldade em dormir ou mesmo o sono “picado” podem ser consequências de alguns maus hábitos que precisam ser mudados antes de dormir.

Um teste rápido poderá mostrar se seus hábitos ao ir para cama estão atrapalhando ou não o seu sono. Responda sim ou não para as próximas perguntas:

1) Você leva trabalho para cama?
2) Acorda no meio da noite para olhar o celular?
3) Opta por comidas pesadas como lanches e pizzas antes de dormir?
4) Não apaga as luzes do quarto ao se deitar?

Se respondeu sim para mais de uma pergunta, saiba que esses costumes prejudicam a qualidade do seu sono.
Especialistas recomendam que seja desenvolvida uma rotina também para a hora do descanso, com horário para dormir e acordar. Também é necessário ter um local adequado, com pouca luminosidade e evitar de levar trabalho ou celular para a cama. Se deitar apenas quando estiver realmente com sono e não ter relógios no quarto. “Ficar checando quanto falta para acordar gera ansiedade e atrapalha o sono”, destacou a ginecologista, Helena Hachul.

O uso de televisores dentro do quarto também é apontado como um fator prejudicial. “O ideal é que sejam desligados duas horas antes”, alerta.

Incluir a prática de exercícios físicos na rotina e fazer uma refeição leve também são importantes para se dormir bem, e o indicado é que sejam realizados longe do horário de dormir. “Deixar o ambiente escuro ajuda nosso corpo a sincronizar com o dia e a produzimos nossa própria melatonina e isso nos ajudará a dormir melhor e com qualidade”, ressaltou.



Como está a qualidade do seu sono?

26/10/2020



A dificuldade em dormir ou mesmo o sono “picado” podem ser consequências de alguns maus hábitos que precisam ser mudados antes de dormir.

Um teste rápido poderá mostrar se seus hábitos ao ir para cama estão atrapalhando ou não o seu sono. Responda sim ou não para as próximas perguntas:

1) Você leva trabalho para cama?
2) Acorda no meio da noite para olhar o celular?
3) Opta por comidas pesadas como lanches e pizzas antes de dormir?
4) Não apaga as luzes do quarto ao se deitar?

Se respondeu sim para mais de uma pergunta, saiba que esses costumes prejudicam a qualidade do seu sono.
Especialistas recomendam que seja desenvolvida uma rotina também para a hora do descanso, com horário para dormir e acordar. Também é necessário ter um local adequado, com pouca luminosidade e evitar de levar trabalho ou celular para a cama. Se deitar apenas quando estiver realmente com sono e não ter relógios no quarto. “Ficar checando quanto falta para acordar gera ansiedade e atrapalha o sono”, destacou a ginecologista, Helena Hachul.

O uso de televisores dentro do quarto também é apontado como um fator prejudicial. “O ideal é que sejam desligados duas horas antes”, alerta.

Incluir a prática de exercícios físicos na rotina e fazer uma refeição leve também são importantes para se dormir bem, e o indicado é que sejam realizados longe do horário de dormir. “Deixar o ambiente escuro ajuda nosso corpo a sincronizar com o dia e a produzimos nossa própria melatonina e isso nos ajudará a dormir melhor e com qualidade”, ressaltou.


LAVANDA



Um estudo realizado recentemente mostrou que o óleo essencial de lavanda ajuda a relaxar e consequentemente a dormir melhor. A técnica, chamada aromaterapia é uma terapia integrativa realizada através da utilização dos óleos essenciais e que promove bem-estar físico, emocional e mental.

Segundo a aromaterapeuta Lethícia Casseb, os óleos essenciais possuem uma complexa mistura de componentes químicos onde estão presentes seus princípios ativos. “Os principais componentes químicos do óleo essencial de lavanda (lavandula officinalis), são o Linalol e seus ésteres, que possuem propriedades calmantes, anti-inflamatórias, analgésicas e ansiolíticas. Trata-se de um óleo muito utilizado no caso de um sono inadequado, por ser tranquilizante, restaurador, relaxante, combate o stress, cansaço, tensão, estimulando assim o sono”, explicou.


LAVANDA



Um estudo realizado recentemente mostrou que o óleo essencial de lavanda ajuda a relaxar e consequentemente a dormir melhor. A técnica, chamada aromaterapia é uma terapia integrativa realizada através da utilização dos óleos essenciais e que promove bem-estar físico, emocional e mental.

Segundo a aromaterapeuta Lethícia Casseb, os óleos essenciais possuem uma complexa mistura de componentes químicos onde estão presentes seus princípios ativos. “Os principais componentes químicos do óleo essencial de lavanda (lavandula officinalis), são o Linalol e seus ésteres, que possuem propriedades calmantes, anti-inflamatórias, analgésicas e ansiolíticas. Trata-se de um óleo muito utilizado no caso de um sono inadequado, por ser tranquilizante, restaurador, relaxante, combate o stress, cansaço, tensão, estimulando assim o sono”, explicou.


DICA


A aromaterapeuta ensina algumas formas de utilizar o óleo essencial de lavanda para melhorar a qualidade do sono, como por exemplo, utilizar o difusor elétrico. “Em um ambiente de 20 metros quadrados, o indicado é utilizar até 10 gotas com um pouco de água em um período de até quatro horas. Outra forma de usar é aplicar uma gota diretamente sobre o tórax, coração ou planta dos pés, que funciona como um tranquilizante, dispersa a melancolia, traz uma sensação de paz”, disse. E faz um alerta: “O óleo essencial de lavanda é contraindicado no caso de pessoas com hipotensão, em gestantes e lactantes”, destacou.


DICA


A aromaterapeuta ensina algumas formas de utilizar o óleo essencial de lavanda para melhorar a qualidade do sono, como por exemplo, utilizar o difusor elétrico. “Em um ambiente de 20 metros quadrados, o indicado é utilizar até 10 gotas com um pouco de água em um período de até quatro horas. Outra forma de usar é aplicar uma gota diretamente sobre o tórax, coração ou planta dos pés, que funciona como um tranquilizante, dispersa a melancolia, traz uma sensação de paz”, disse. E faz um alerta: “O óleo essencial de lavanda é contraindicado no caso de pessoas com hipotensão, em gestantes e lactantes”, destacou.