Sorriso Saudável

Como está sua saúde bucal? ● 24/11/2020



Mais do que ter um sorriso bonito, a saúde bucal é importante e pode fazer a diferença na sua saúde. A boca desempenha importantes funções que repercutem na saúde de todo o organismo. Além de exercer papel fundamental na fala, mastigação e respiração, a boca é a maior cavidade do corpo a ter contato direto com o meio ambiente, sendo a porta de entrada para bactérias e outros microrganismos prejudiciais à saúde.

Uma boa higiene bucal diminui o risco de desenvolvimento de problemas bucais e dentários. É importante ressaltar que as doenças bucais podem ter relação direta com fumo, falta de higienização correta, consumo de álcool e má alimentação.

Estudos científicos também comprovam que a saúde bucal tem relação direta com a saúde geral e as más condições da higiene bucal podem causar doenças bucais, que, por sua vez, podem levar a enfermidades (ou agravá-las), principalmente doenças cardiovasculares e diabetes.



Sorriso Saudável

Como está sua saúde bucal? ● 24/11/2020



Mais do que ter um sorriso bonito, a saúde bucal é importante e pode fazer a diferença na sua saúde. A boca desempenha importantes funções que repercutem na saúde de todo o organismo. Além de exercer papel fundamental na fala, mastigação e respiração, a boca é a maior cavidade do corpo a ter contato direto com o meio ambiente, sendo a porta de entrada para bactérias e outros microrganismos prejudiciais à saúde.

Uma boa higiene bucal diminui o risco de desenvolvimento de problemas bucais e dentários. É importante ressaltar que as doenças bucais podem ter relação direta com fumo, falta de higienização correta, consumo de álcool e má alimentação.

Estudos científicos também comprovam que a saúde bucal tem relação direta com a saúde geral e as más condições da higiene bucal podem causar doenças bucais, que, por sua vez, podem levar a enfermidades (ou agravá-las), principalmente doenças cardiovasculares e diabetes.


Sorriso saudável


Para ter um sorriso bonito e saudável, é preciso escovar os dentes no mínimo quatro vezes ao dia (após cada refeição) e principalmente antes de dormir, utilizando uma escova de dente de tamanho adequado, com cerdas macias e creme dental com flúor. A complementação da escovação pode ser feita com o fio dental passando-o entre todos os dentes. “O correto é passar o fio dental antes da escovação, pois ele ajudará a quebrar as placas bacterianas que, em seguida, serão removidas com a escovação”, esclarece a cirurgiã dentista Valkíria Gigo.

Manter uma alimentação saudável, reduzindo a ingestão de alimentos doces, principalmente entre as refeições também colabora com a saúde bucal.

Geralmente as pessoas procuram o profissional de saúde quando já estão sentindo alguma dor, mas realizar visitas regulares ao dentista para avaliação e higienização dos dentes, por exemplo, evita o aparecimento de doenças. “A recomendação é que as consultas aconteçam a cada seis meses”, pontuou.

Quem usa aparelho ortodôntico, deve se preocupar ainda mais com a limpeza dos dentes, gengiva e o uso do flúor, pois o aparelho retém os restos de alimentos o que pode colaborar para o desenvolvimento de gengivite e lesões de cárie dentária. “Na boca há bactérias que comem a sujeira que fica nos dentes, nesse processo, elas liberam um ácido que coroe as superfícies e entre os dentes, isso é a cárie”, explica a cirurgiã dentista.


Sorriso saudável


Para ter um sorriso bonito e saudável, é preciso escovar os dentes no mínimo quatro vezes ao dia (após cada refeição) e principalmente antes de dormir, utilizando uma escova de dente de tamanho adequado, com cerdas macias e creme dental com flúor. A complementação da escovação pode ser feita com o fio dental passando-o entre todos os dentes. “O correto é passar o fio dental antes da escovação, pois ele ajudará a quebrar as placas bacterianas que, em seguida, serão removidas com a escovação”, esclarece a cirurgiã dentista Valkíria Gigo.

Manter uma alimentação saudável, reduzindo a ingestão de alimentos doces, principalmente entre as refeições também colabora com a saúde bucal.

Geralmente as pessoas procuram o profissional de saúde quando já estão sentindo alguma dor, mas realizar visitas regulares ao dentista para avaliação e higienização dos dentes, por exemplo, evita o aparecimento de doenças. “A recomendação é que as consultas aconteçam a cada seis meses”, pontuou.

Quem usa aparelho ortodôntico, deve se preocupar ainda mais com a limpeza dos dentes, gengiva e o uso do flúor, pois o aparelho retém os restos de alimentos o que pode colaborar para o desenvolvimento de gengivite e lesões de cárie dentária. “Na boca há bactérias que comem a sujeira que fica nos dentes, nesse processo, elas liberam um ácido que coroe as superfícies e entre os dentes, isso é a cárie”, explica a cirurgiã dentista.


Mau hálito


Outro problema frequente é o mau hálito, que pode ter várias causas, como má higienização oral, problemas gástricos, entre outros. “É essencial que a pessoa busque um profissional para conhecer a origem desse problema”, alerta.

Enxaguantes bucais podem ser utilizados para mascarar o odor, entretanto, essa medida normalmente não trata a causa, sendo somente uma ação paliativa. Valkíria ressalta que os enxaguantes não devem ser usados sem a orientação e conhecimento do seu dentista, pois podem causar a falsa sensação de limpeza promovida pela refrescância. “É importante lembrar que para se ter uma higienização adequada da boca, o correto é escovar os dentes com pasta fluoretada e passar o fio dental. Os enxaguantes são produtos suplementares e não necessariamente obrigatórios”, destaca.

Fonte: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/54106-saude-bucal-cuidado-com-os-dentes-e-fundamental


Mau hálito


Outro problema frequente é o mau hálito, que pode ter várias causas, como má higienização oral, problemas gástricos, entre outros. “É essencial que a pessoa busque um profissional para conhecer a origem desse problema”, alerta.

Enxaguantes bucais podem ser utilizados para mascarar o odor, entretanto, essa medida normalmente não trata a causa, sendo somente uma ação paliativa. Valkíria ressalta que os enxaguantes não devem ser usados sem a orientação e conhecimento do seu dentista, pois podem causar a falsa sensação de limpeza promovida pela refrescância. “É importante lembrar que para se ter uma higienização adequada da boca, o correto é escovar os dentes com pasta fluoretada e passar o fio dental. Os enxaguantes são produtos suplementares e não necessariamente obrigatórios”, destaca.

Fonte: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/54106-saude-bucal-cuidado-com-os-dentes-e-fundamental